Natal na correria de novo!

Todo natal é a mesma coisa: uma correria danada.

Já que este harmonicasa passa mais um ano como “project”, é claro que eu deixei pra hoje a compra do meu amigo oculto e as compras de supermercado, especialmente para os pratos que eu tenho que levar para as festas… Aff, meta para 2012: um harmonicasa sem o “project”.

Como eu fiz o mercado à noite, não sobrou tempo pra adiantar muita coisa, especialmente porque a compra foi grande e tinha muita coisa pra carregar e guardar, o que me deixa particularmente esgotada.

Mas nem tudo está perdido em matéria de organização! Esta semana eu limpei a geladeira praticamente vazia nos mínimos detalhes, e somando isso ao armário de despensa praticamente vazio, me deu vontade de guardar tudo fazendo uma arrumação das boas! E assim foi utilizado meu tempo útil na noite anterior a esse estafante dia.

 
 
 
Tomara que esse “verdinho” continue arrumadinho e colorido! Rs!

Destaque para a caixinha azul da 1ª prateleira! Ela tem o tamanho exato dos saquinhos de tempero! Enquanto não tenho porta temperos, essa é a solução…

Obs.: Sei que já passou das 00hs, então tecnicamente já é dia 24, mas eu sou dessas pessoas que mesmo que durmam às 3 da matina ainda contam como o dia anterior, tá bom?!

Anúncios

Esqueletos no armário

 

Acho que organizar o armário e se livrar da tralha é uma das tarefas de organização mais duras para uma mulher. Mas não é impossível, esse foi o jeito que eu dei:

  • listar tudo o que tem por seções: calças, saias, blusas, vestidos, shorts, casacos, e vale até mesmo sub itens como roupas de trabalho, de sair, de ficar em casa etc. Isso ajuda a visualizar tudo e ver se realmente há necessidade de manter ou não certos itens , substituí-los, ou comprar outros realmente necessários. Para ter essa ideia geral, se usar o pc, formate a página em paisagem e faça colunas. A ideia é ver tudo de uma vez, o conjunto geral.
  • grifar os candidatos a irem pra doação e listá-los à parte com os devidos motivos (não cabe, fica feio, cor que te cai mal, brega, desgastado, etc), isso ajuda a reforçar a ideia de se livrar deles. O que você vai se livrar sem dó, ponha numa sacola e grife na segunda lista)
  • na dúvida, vista de novo os itens problemáticos, talvez a visão deles no seu corpo o faça se livrar deles definitivamente
  • só guarde coisas que não cabem se estiver de dieta e ter a noção de que a meta é realista, ou seja, não que você não chegue lá, mas veja se condiz com o que você quer e com o ideal pra sua idade e altura. Eu, por exemplo, tenho 30 anos e sei que o tamanho 38 da adolescência não condiz mais com meu biotipo por melhor que eu esteja, pelo contrário, eu estaria esquelética se vestisse esse tamanho.
  • Por outro lado, na situação contrária, se você perdeu peso, está feliz e satisfeito com seu peso, se livre dos modelos grandes, que além de não servirem mais e ficarem feios, dão uma sensação de que você pode voltar àquele peso. Roupas do novo tamanho “reclamarão” se você voltar a se exceder e aí você se obriga a voltar a entrar na linha.
  • com pena de doar? Então liste o que você gostaria de ter, e se o item está lá só por falta de coisa melhor, doe imediatamente depois de comprar o novo
  • liste as coisas que você ainda quer e precisa de conserto