Craquelado vitorioso!

Hoje vou mostrar 2 craquelês que eu fiz.

Veja só que vaidosa a Felícia em seu cachepô! Só por que ela é mais mimadinha exigindo mais rega que as outras não quer dizer que ela não merece um mimo! Ficou lindo, mas não era o efeito que eu esperava. Eu gosto de cracos grandes e esses ficaram muito miudinhos.

Vocês não imaginam a minha indignação ao ver que o craquelado ficou pequenininho depois de tanto trabalho e espera! Então, pesquisa daqui, pesquisa dali, e descobri que não adianta forçar a barra: não se faz craquelado em dias úmidos, e não se pode ser pão dura no uso do material: tentei novamente, passando 2 demãos de verniz base e na hora do craquelador usei o pincel bem carregado.

Vai aí uma foto da caixa azul turquesa com um craquelado de sucesso e minha primeira pátina negra na latonagem! Não erro nunca mais!

Ps: Eu espero o craquelado ficar pronto com a mesma ansiedade que se espera um bolo crescer!

Upgrade: caixinhas de madeira

 Como combinado, aí está o meu novo momento artesanato descontrol!

Um belo dia acompanhei a Mamy no Saara e me apaixonei por alguns dos mil modelos de caixinha de madeira que vi por lá. Mas dessa vez eu não tinha em mente forrá-las de tecido, então levei duas pra casa e lá fui eu pesquisar técnicas de pintura e textura no mdf.

Pronto! Alguns dias depois lá estava eu no Saara com mais sacolas do que eu podia carregar! Já viu a expressão “olho maior que a barriga”? Deve ter alguma parecida em relação a peso e braços…

Quando eu me empolgo com alguma coisa, pesquiso a fundo, compro mil materiais, experimento tudo. Até que eu vi umas caixas com trabalhos de latonagem. Fiquei encantada e resolvi aprender latonagem também.

Agora estou bem mais satisfeita, por que nesse trabalho eu tenho mais possibilidades de expressão e criatividade. Eu posso até dizer que esse trabalho está bem mais para arte que para artesanato, o que deixa meu diploma de bacharel em pintura bem mais feliz em sua pastinha esquecida.

PS: E o que que eu vou fazer com aquele monte de paninhos que eu comprei? Aguardem as cenas do próximo capítulo!
PS2: Num mundo perfeito, o meu diploma seria plenamente feliz.